Seguro Educacional
PDF Imprimir E-mail

Para que serve o seguro educacional?
O seguro educacional garante o estudo de crianças e adolescentes, do maternal até a conclusão do curso superior. O objetivo principal é auxiliar nas despesas com educação, principalmente as mensalidades escolares, em caso de desemprego, invalidez ou morte do (a) responsável pelo aluno.

Colégios e universidades, em convênio com seguradoras, oferecem planos coletivos, no ato da matrícula, como alternativa à redução da inadimplência. Os pais ou responsáveis costumam aderir ao plano para garantir o estudo e o futuro profissional dos filhos.

Apesar de não ter a aprovação da Superintendência de Seguros Privados (Susep), várias instituições de ensino superior contratam um plano coletivo, com abrangência para todos os alunos matriculados, incluindo o custo do seguro educacional no valor das mensalidades.

O que é?

O seguro educacional auxilia no pagamento das mensalidades escolares em caso de dificuldades dos pais ou responsáveis diante de uma situação de desemprego, morte por qualquer causa ou invalidez.


Há limites de idade para a contratação do seguro, que pode ser feito, inclusive, pelo próprio aluno. A idade mínima é de 16 anos e a máxima varia entre 65 e 70 anos, com a exigência de comprovação de se encontrar em bom estado de saúde e em plena atividade profissional. Esse seguro funciona como uma espécie de bolsa de estudos. Nas situações previstas, pode garantir o pagamento das mensalidades até o fim do curso.


Pouco conhecido, o seguro educacional tem uma participação pequena no grupo vida e acidentes pessoais. Em 2008, do total deprêmios arrecadado por esse grupo, no valor de R$ 12 bilhões, o seguro educacional respondeu por apenas R$ 15,88 milhões. A procura pelo produto, no entanto, apresenta interesse crescente nos últimos anos.